ÚLTIMOS ARTIGOS

De acordo com a ABI Research a expectativa é que até 2021 o número de dispositivos habilitados para internet alcance a marca de 48 bilhões, dos quais cerca de um terço irão incluir a tecnologia Bluetooth. Obviamente desses 48 bilhões de dispositivos, além dos mais convencionais também haverá uma lista imensa de novos devices, que serão lançados nessa onda da Internet de todas as coisas.

Para melhorar a interconexão desses aparelhos, com maior alcance e velocidade foi estabelecido em junho de 2016 pela Bluetooth SIG Bluetooth 5.0, nova versão do padrão de transmissão sem fio, que será a substituta da versão 4.2, lançada em 2014. Após alguns meses desde o anúncio oficial, finalmente a SIG revela que as especificações desse novo padrão foram finalizadas, e os fabricantes podem começar a adoção.

 

Bluetooth 5.0 é mais rápido e conta com um melhor alcance do sinal em relação a sua versão passada. A comunicação entre os dispositivos poderá ser feita a uma distância de até 40 metros, e a velocidade de troca de informações saltou de 24 Mbp/s para 50 Mbp/s. O Bluetooth 5.0também é melhor na questão da redução de interferências com outras tecnologias de transmissão sem fio, como, por exemplo, Wi-Fi e LTE.

De acordo com a Bluetooth SIG a expectativa é que os primeiros dispositivos equipados com Bluetooth 5.0 sejam lançados num período de 2 a 6 meses. Para maiores informações acesse o site oficial do Bluetooth 5.0

fonte: hardware.com.br

Western Digital por intermédio da sua subsidiária HGST anunciou o lançamento de novos HDs e SSD da linha Ultrastar, voltados para o uso corporativo. No caso dos SSDs são duas séries diferentes: Ultrastart SN200 e Ultrastar SS200. Já no caso dos HDs há apenas uma, a Ultrastar He12.

Ultrastar SN200

Os SSDs da série Ultrastar SN200 serão vendidos em capacidades que variam de 800 GB a 7,68 TB. Esses novos modelos são os mais rápidos fabricados pela HGST com o protocolo NVME PCie 1.2, prometendo entregar 61% mais desempenho que a geração anterior. A velocidade de leitura aleatória é de até 830.000 IOPS, já a velocidade de gravação aleatória é de até 200.000 IOPS. A velocidade de leitura senquencial é de até 3,3 GB/s, enquanto a gravação sequencial vai até 2,1 GB.

Os modelos SN260 conta com capacidade de armazenamento que varia entre 1.6 TB à 7.78 TB. O desempenho entregue por essas unidades é superior aos modelos SN200: leitura aleatória 1,200,00 IOPS, gravação aleatória de até 200.000 IOPs, velocidade de leitura sequencial de até 6,1 GB/s, gravação sequencial de até 2,2 GB/s.

Ultrastar SS200

As unidades SS200 se encaixam mais na relação custo x benefício. As capacidades de armazenamento variam entre 480 GB à 7.86 TB. O formato utilizado é o de 2,5 polegadas e a interface SAS de 12 GB/s. A velocidade de leitura aleatória é de até 250.000 IOPs, a velocidade de gravação aleatória é de até 86.000 IOPS, a velocidade de leitura sequencial é de até 1.8 GB/s, enquanto a gravação sequencial vai até 1 GB/s.

Ultrastar He12:

Saindo dos SSDs e indo para os HDs. A HGST também conta com uma nova linha empresarial de discos rígidos, a He12. A capacidade de armazenamento é de 12 TB, e poderá ser encontrado em dois tipos de interface; SATA 6Gb/s e SAS 12 Gb/s. O formato é de 3,5 polegadas e a sua estrutura é composta por oito discos (platters) internos. A velocidade dos discos é de 7200 RPM, e há um bufer de dadom.bros de 256 MB.

Preço e data de disponibilidade:

Nenhuma informação em relação ao preço dessas unidades foi revelado. Todos os modelos serão lançados em 2017.

Fonte: hardware.c

Em comemoração aos 10 anos no mercado de PSUs e aos 10 milhões de unidades vendidas, a Corsair anunciou a RM1000i Special Edition, fonte de alimentação Full Modular, com 1000W de potência, capacitores 100% japoneses e certificação 80 Plus Gold. Serão comercializadas apena 100 modelos.

Para conduzir o resfriamento a RM1000i Special Edition conta com um fan silencioso de 135mm com iluminação em LED. Esse modelo encaixa-se na categoria de fontes que possibilitam que o usuário tenha um maior controle em relação ao funcionamento e desempenho, no caso da Corsair essa tecnologia é chamada de Corsair Link.  A garantia oferecida desse modelo é de 10 anos!

Preço e data de disponibilidade:

A Corsair RM1000i Special Edition já está disponível para venda por US$ 199,90.

Será possível utilizar as placas-mãe voltadas para os processadores da 6ª geração Intel Core, Skylake, com os processadores da 7ª geração, Kaby Lake, basta apenas uma atualização de BIOS. Porém obviamente a Intel está preparando uma gama nova de chipsets, com novos recursos (compatibilidade com Intel Optane, suporte ao HEVC 10bits, entre outras coisas), para a geração Kaby Lake, e isso demanda que o usuário compre uma outra placa-mãe. O chipset mais importante dessa nova série, é o Z270, que de acordo com alguns rumores conta com bem mais linhas PCIe em relação ao Z170.

Por enquanto poucas informações sobre as placas-mãe com esses novos chipsets foram reveladas, o maior amontado de dados está aparecendo agora. O site WCCFTechconseguiu ter acesso a diversos modelos da ASUS com o chipset Z270. Ao total são oito modelos que passam pelas linhas ROG Maximus, ROG Strix, TUF e Prime. Confira abaixo detalhes sobre cada um desses modelos:

ROG Maximus IX Formula:

– Socket LGA 1151

– Formato ATX

– Esquema de alimentação 8+2 fases

– 4 slots DDR4 (suporte para até 64 GB, frequência máxima de 4133 Mhz

– 6x portas USB 3.0

– 6x portas USB 2.0

– 6x portas SATA

– 2x slots PCIe x16

–  Asus Extreme Digi+ Power Control, tecnologia que garante maior estabilidade da CPU e capacidade para overclock.

ROG Maximus IX Code

– Socket LGA1151

– Formato ATX

– Esquema de alimentação 8 + 2 + 2 fases

– 4x slots DDR4 (suporte para até 64 GB, frequência máxima de 4133 Mzh)

– 6x portas USB 3.0

– 6x portas USB 2.0

– 6x portas SATA

– 2x slots PCIe x16

–  Asus Extreme Digi+ Power Control, tecnologia que garante maior estabilidade da CPU e capacidade para overclock.

 

ROG Maximus IX Hero

– Socket LGA1151

– Formato ATX

– Esquema de alimentação 8 + 2 + 2 fases

– 4x slots DDR4 (suporte para até 64 GB, frequência máxima de 4133 Mzh)

– 6x portas SATA

– 3x slots PCIe 3.0 x16

– 2x M.2

– Codec SupremeFX S1220

 

ROG Strix Z270E:

– Socket LGA1151

– Formato ATX

– Design de alimentação 8 + 2 + 1 fases

– 4x slots DDR4 (suporte para até 64 GB, frequência máxima de até 3866 Mhz)

– 6x portas SATA

– 2x M.2

– 2x USB 3.1

– 2x PCIe 3.0 x16

– Aura RGB

 

ROG Strix Z270F

– Socket LGA1151

– Formato ATX

– Esquema de alimentação 8 + 2 + 1 fases

– 4x slots DDR4 (suporte para até 64 GB. frequência máxima de 3866 MHz

– 6x portas SATA

– 2x M.2

– 2x USB 3.1

– 2x PCIe 3.0 x16

– Aura RGB

 

ROG Strix Z270G

– Socket LGA1151

– Formato micro-ATX

– Esquema de alimentação 8 + 2 + 1 fases

– 4x slots DDR4 (suporte para até 64 GB, frequência máxima de 4000 Mhz)

– 6x portas SATA

– 2x M.2

– 2x USB 3.1

– 2x PCIe 3.0 x16

 

TUF Z270 Mark 1

– Socket LGA1151

– Formato ATX

– Esquema de alimentação 8 + 2 + 2 fases

– 4x slots para memória DDR4 (suporte para até 64 GB, frequência máxima de 3866 Mhz)

– Proteção Thermal Armor

– Fan de 40mm para resfriamento dos VRMs

 

Prime Z270-A

– Socket LGA1151

– Formato ATX

– Esquema de alimentação 8+2+2 fases

– 4x slots DDR4 (suporte para até 64 GB, frequência máxima de 3866 Mhz)

Fonte: hardwre.com.br

Estamos nos aproximando de 2017 e sem dúvidas ele pode ser colocado como um dos mais aguardados na história do lançamento de hardware para PC, já que chegará ao mercado os processadores AMD Zen, que a cada novo vazamento vem prometendo ser uma relação custo x benefício fantástica, capaz de rivalizar frente a frente com a Intel em termos de desempenho. É claro que que com todo o hype em cima desse produto os rumores até o lançamento não irão parar. O rumor da vez é sobre duas informações muito importantes: modelos e preços.

A lista que vazou corresponde a 4 modelos, divididos entre as classes SR7 (alto desempenho), SR5 (intermédiario) e SR3 (entrada). Confira abaixo:

 AMD SR3 – 4 núcleos, 8 threads, TDP de 65W – US$ 150

 AMD SR5 – 6 núcleos, 8 threads, TDP de 95W – US$ 250

 AMD SR7 – 8 núcleos, 16 threads, TDP de 95W – US$ 350

 AMD “Special SR7” – 8 núcleos, 16 threads, TDP de 95W –US$ 500

Nessa lista preliminar, que engloba somente os modelos que não contam com chip gráfico integrado, é possível destacar alguns pontos. A faixa de preço se estiver correta é realmente bem interessante, ficando entre US$ 150 e US$ 500. Há dois modelos SR7, um deles é identificado como Special SR7, provavelmente o clock será maior em relação a versão convencional. Algum resultado de benchmark do Cinebench R15 que também vazaram mostram que essa versão Special SR7 marcou uma pontuação acima de 1300, enquanto o SR7ficou na casa dos 1300.

 

Essa pontuação coloca os novos chips da AMD em pé de igualdade com modelos imponentes da Intel, como o Core i7-6900K e o Core i7-6850K, com aquele detalhe bem importante: custando bem menos.

A expectativa é que os processadores da classe SR7 sejam lançados em janeiro de 2017, já os SR5 e SR3 provavelmente irão aparecer no mercado a partir de março.

Fonte: hardware.com.br

Em 2017 chegará ao mercado a 7ª geração de processadores Intel Core, codinome Kaby Lake, voltada para desktops (os modelos para dispositivos móveis foram lançados em 2016), e junto com eles uma nova gama de chipsets também serão revelados. Os chipsets da série 200. Vale lembrar que os Kaby Lake utilizarão o socket LGA 1151 (o mesmo da geração Skylake), e a Intel oferecerá suporte as placas-mãe com chipsets da série 100, para isso é necessário apenas uma atualização de BIOs, que será disponibilizada pelo fabricante.

Porém é claro que a aquisição de uma placa-mãe equipada com a nova gama de chipsets tem suas inúmeras vantagens. No caso das placas da série 200 há por exemplo o apoio a tecnologia Intel Optane, que proporcionará desempenho excepcional para os SSDs equipados com a tecnologia 3D XPoint.

De acordo com o vazamento de uma tabela que compara os novos chipsets com os da geração passada, haverá também um número maior de linhas PCIe. Isso significa que que mais dispositivos podem ser conectados, já que há mais vias de comunicação com o processador.

Assim como o Z170 é o melhor chipset da geração Skylake, o Z270 é o melhor para a geração Kaby Lake. Esse chipset suporta configurações multi-GPU e overclock.

Fonte: hardware.com.br

A Colorful que costuma lançar placas de vídeo com design bem diferenciado, apresentou uma versão monstruosa da GTX 1080,  a iGame Kudan. Em muitos casos uma placa que conta com resfriamento líquido acaba abdicando do resfriamento padrão, via ventoinha, mas no caso desse modelo ela une o melhor dos dois mundos, equipada com um waterblock na parte traseira e três fans na parte frontal. Obviamente essa gambiarra influencia na largura da placa, que ocupa 4 slots.

A placa ainda oferece 8 GB de memória GDDR5, clock máximo da GPU de 1936MHz e botão na parte superior para que o usuário possa alternar entre as BIOS. As saídas de vídeo inclusas na placa são as seguintes: 3x DisplayPort, 1x HDMI e 1x DL-DVI. Para a alimentação a placa exige dois conectores de 8 pinos.

 

Preço e data de disponibilidade:

Essa placa monstruosa começará a ser vendida em janeiro de 2017. Nenhuma informação em relação ao preço foi revelada.

Fonte: Hardware.com.br

De acordo com dados do Reclame Aqui, o saldo da Black Friday 2016 foi positivo. Na edição de 2016 foram registradas 33% menos reclamações em relação a edição do ano passado.

O Reclame Aqui diz que das 18h da quinta-feira, dia 24, até a meia noite de sexta-feira, foram registradas 2.919 reclamações. No ano passado o número de queixas foi de 4,4 mil. O site também revelou os cinco principais motivos de reclamações: propaganda enganosa (22%), divergência de valores (15%), problemas na finalização da compra (12%), produto indisponível (7,6%) e promoções (6,6%). A loja campeã de reclamações pelo segundo ano consecutivo foi a Kabum, com 588 queixas., seguido pela Americanas.com (249 queixas),e Submarino (149 queixas).

É importante frisar também o maior envolvimento do consumidor com o evento em relação a atenção com as ofertas e idoneidade das lojas. O Reclame aqui diz que em 2016 as pesquisas e consulta de reputação das lojas cresceram 26%.

De acordo com a eBit a Black Friday 2016 movimentou 1,9 bilhão, ficando abaixo dos R$ 2,1 bilhões, previsto pela empresa. O tíquete médio dos pedidos realizados foi de R$ 653, número 13% maior em relação ao ano passado. Confira abaixo o Top-5 das categorias de produtos mais vendidos durante a Black Friday 2016:

1º – Eletrodomésticos

2º – Telefonia / Celulares

3º – Eletrônicos

4º – Informática

5º Casa e decoração