ÚLTIMOS ARTIGOS

Os amantes de futebol devem ficar atentos: um novo modelo de ciberataque prometendo personalizar o WhatsApp com as cores dos mais populares clubes de futebol brasileiros é a nova armadilha de hackers para enganar os usuários. De acordo com a PSafe, empresa brasileira líder em segurança e performance mobile, o golpe já afetou mais de 2 milhões de pessoas.

Até o momento, a armadilha já afetou mais de 400 mil torcedores rubro-negros; 382 mil torcedores do palmeiras e 358 mil corintianos. Ao todo, torcedores de 15 clubes de diferentes estados brasileiros acabaram vítimas do ataque.

O golpe consiste no recebimento de mensagens de contatos conhecidos, ou de algum grupo do WhatsApp, convidando o usuário a clicar no anúncio da promoção para poder personalizar a rede social com o tema de seu time de coração.

Ao clicar no link relacionado ao seu clube, a vítima é direcionada para uma página na qual deve compartilhar o suposto serviço para oito amigos ou dez grupos via WhatsApp e também é induzido a preencher seus dados em serviço de SMS pago para, só então, poder baixar o falso pacote de personalização. Com essa iniciativa, o cibercriminoso consegue disseminar com maior velocidade o seu golpe, atingindo um grande número de vítimas.

Gerente de Segurança da PSafe, Emilio Simoni explica que o golpe utiliza duas paixões do brasileiro – o futebol e o WhatsApp – para se disseminar. “Ao explorar temas muito populares, como o esporte, e utilizar a velocidade de redes sociais, como o WhatsApp, os hackers conseguem gerar golpes de alto impacto. É preciso ficar atento ao receber este tipo de conteúdo suspeito de amigos e grupos do qual faz parte no WhatsApp”, alerta.

Outra recomendação importante para os usuários de smartphone é contar sempre com um antivírus com a função ‘antiphishing’ instalada, que é a função que checa os links e endereços de websites para averiguar se é malicioso ou não.

Fonte: Hardware.com.br

A Razer apresentou o Razer Lancehead, considerado pela empresa o “mais poderoso mouse wireless” do mundo, com tecnologia patenteada Adaptive Frequency Technology (AFT) e que promete não decepcionar na performance.

A tecnologia ATP traz uma memória híbrida onboard/em nuvem que traz melhorias no desempenho e configurações avançadas do mouse. Segundo a Razer, a tecnologia sem fio sincroniza a resposta entre o periférico e o computador da forma mais rápida e sem interferência na banda de 2.4 Ghz, garantindo uma experiência sem lags.

A tecnologia trabalha com o software Razer Synapse Pro, atualmente em versão beta. O programa permite configurar especificações avançadas do mouse e salvar as pré-definições em nuvem e ou então na memória interna presente no próprio periférico.

Além disso, o mouse traz um sensor laser 5G com capacidade de 16 mil DPI, rastreamento de 210 polegadas por segundo e 50G de aceleração. O mouse também possui durabilidade de 50 milhões de cliques e 24 horas de autonomia de bateria em modo retroiluminação, recarregável por cabo USB.

A Razer também lançará uma versão do mouse voltada para jogadores de e-sports, o Razer Lancehead Tournament Edition. Além de trazer os 16 mil DPI presentes no modelo convencional, esta versão conta com aceleração 50G e até 450 polegadas por segundo de rastreamento.

Os dois mouses também trazem a tecnologia de switches mecânicos para mouses Razer, que permite trocar e personalizar as peças do periférico. Os mouses Lancehead também contam com o Razer Chroma, sistema de iluminação com 16.8 milhões de cores.

Ainda sem preço definido, Razer Lancehead Tournament Edition chaga ao Brasil em junho, enquanto o Razer Lancehead chega em julho. Confira mais informações no site da Razer.

Fonte: Razer

O pessoal do Tech Power Up atualizou sua base de dados de GPU com uma previsão de performance relativa de uma Radeon RX Vega rodando na resolução de 1080p. O modelo não teve problemas para bater uma GTX 1070, mas ficou 5% abaixo da GTX 1080 na tabela.

Os gráficos se referem aos modelos de referência de cada uma das placas de vídeo. As tabelas mostram que o teste foi feito com o clock padrão de 1GHz e 8GB de memória HBM2. Serão 9,8 TFLOPs impulsionados por 225W de TDP em dois conectores, um de 8 e um de 6 pinos.

É importante lembrar que as informações ainda não são oficiais e não passam de especulação, conforme a AMD ainda não fez o lançamento da aguardada placa. O TweakTown estima que a perda de performance da nova Vega em relação à 1080 pode ter acontecido devido à resolução de 1080p imaginada nos testes, já que a placa deve se destacar conforme a resolução aumenta para 4K, escalando sua performance melhor devido ao HBM2. Saberemos quando a AMD decidir enfim lançar as placas e conseguirmos os benchmarks importantes.

Fonte: TweakTown

A Dell começou a vender seu novo notebooks gamer Inspiron 15 Gaming no Brasil, que tem como destaque hardware com as mais recentes placas de vídeo Nvidia GeForce GTX série 10 e processadores Intel Core de 7ª geração (codinome Kaby Lake).

Ele já chega com teclado retroiluminado na cor vermelha e teclas WASD destacadas das outras. A promessa ainda é de boa qualidade de som através do uso da tecnologia Waves MaxxAudio Pro com subwoofer.

O notebook tem tela de 15,6 na resolução Full HD (1920 x 1080). Dentro dele, há duas opções de processador: o quad-core (4 núcleos, 4 threads) Intel Core i5-7300HQ 3.5 GHz ou o Intel Core i7-7700HQ (4 núcleos, 8 threads) 3.8 GHz.

Na parte das placas de vídeo, a escolha fica entre a GTX 1050 ou a GTX 1050Ti. O usuário ainda pode escolher entre 8 GB ou 16 GB de memória Dual-channel, sempre em módulos DDR4 rodando a 2400 MHz.

O Dell Inspiron 15 Gaming tem sua versão mais barata custando R$ 5,4 mil. Essa opção vem com a CPU Intel Core i5, 8 GB de RAM e GTX 1050. Por R$ 5,9 mil, tem o modelo com Core i7, 8 GB de RAM e GTX 1050Ti. A opção mais cara sai R$ 7,1 mil, sobe a RAM para 16 GB e ainda acrescenta um SSD de 256 GB. Todos os modelos possuem um HD de 1 TB, incluindo o mais caro.

O notebook do Homem-Aranha
A Dell está investindo pesado no marketing do notebook, e isso se estende inclusive para o cinema. O Inspiron 15 Gaming vai aparecer no filme Homem-Aranha: De Volta ao Lar, que estreará nos cinemas em julho de 2017. O ator Tom Holland (que interpreta o super-herói e, consequentemente, Peter Parker) foi quem apresentou o dispositivo na CES 2017.

Fonte: Adrenaline

A Acer realizou uma conferência em NY com transmissão via streaming ao vivo para o mundo todo onde a empresa mostrou seus novos produtos gamer, com especial destaque para o Predator Triton 700, um notebook gamer de alta performance com heranças do design do Predator 21X.

O Triton 700 conta com uma GTX da série 10, processador Intel Core “Kaby Lake” da 7ª geração e sistema de refrigeração AeroBlade 3D, que traz 35% mais ventilação e ocupa menos espaço no interior do notebook.


Além disso, o dispositivo conta conexão Intel Thunderbolt 3, dois slots para SSDs e espaço para até 32GB de RAM DDR4, tudo embalado numa tela de  15.6 polegadas IPS Full HD (1080p) com tecnologia Nvidia G-Sync.

Com 18 milímetros de altura, o notebook vem para competir no segmento do Razer Blade, que possui um design ainda mais fino e hardware tão potente quanto o novo produto da Acer, mas por um preço bem salgado.

O Predator Triton 700 será lançado na América do Norte com preço de US$ 2,999 e ainda não tem previsão de chegada ao Brasil. Mais informações serão disponibilizadas em breve.

Fonte: Acer


 A Acer apresentou diversos produtos hoje, mas um que chama a atenção dos gamers é o monitor Acer Predator X27, que traz resolução 4K com tecnologia HDR, frequência de 144Hz e G-Sync, a solução da Nvidia para tearing.

Além disso, o X27 traz a tecnologia de pontos de quantum (Quantum Dot), que prometem melhorar o brilho e qualidade de imagem ao trabalhar com o HDR.

O modelo Predator X27 conta com tela de 27” 4K com HDR, 144Hz, Nvidia G-Sync e 4 ms de velocidade de resposta. O monitor gamer pode ser visto no vídeo de divulgação abaixo:

A Acer também lançou o Predator Z271UV, que traz um display de 27” 1800R curvado e com tecnologia de rastreamento ocular, com resolução WQHD (2560×1440) e tempo de resposta entre 1 e 4 ms. Assim como o X27, o Z271UV traz portas HDMI, DisplayPort, USB 3.0 e alto-falantes de 7 watts. Os dois monitores também possuem ângulo de visão de 178 graus.

O preço e disponibilidade dos novos monitores não foram revelados pela Acer. Mais informações estarão disponíveis em breve. Confira os principais lançamentos da Acer aqui.

Fonte: Adrenaline

Além de lançar um novo Predator e o Switch 5, a Acer apresentou hoje o computador all-in-one Aspire U27, que traz Windows 10, processadores Kaby Lake e o sistema de resfriamento compacto e silencioso LiquidLoop, patenteado pela Acer.

O dispositivo traz um processador da sétima geração Core, Kaby Lake, 32 GB de RAM e as milagrosas e rápidas memórias de cache Intel Optane, que utilizam a tecnologia 3D Xpoint. O all-in one da Acer é um dos primeiro a trazer a tecnologia da Intel embarcada.

A tela que guarda todo o hardware possui 27” de resolução 1080p e 12 milímetros de espessura, além de conexões HDMI, USB e ethernet. Entre suas tecnologias, o PC pronto conta com a tecnologia de reconhecimento facial Windows Hello, do Windows 10.

O All-in-one Aspire U27 da Acer começará a ser vendido em julho. Mais informações serão disponibilizadas em breve.

A Intel lançou seus novos processadores baseados na tecnologia Naples, a nova geração Xeon Platinum e Gold Series são os topo de linha e apresentam até 28 cores e 56 threads. Essa série de CPUs da Intel é baseada na plataforma Purley, de LGA 3647.

A empresa está segmentando suas novas CPUs em quatro nominações: Platinum – série 8000, Gold – série 6000 e 5000, Silver – série 4000 e Bronze – série 3000. A Intel usará entre 10 e 28 núcleos nos novos processadores Xeon.

O novo Xeon Platinum 8180, que terá um desempenho de CPU de 28 cores e 56 threads, chega em 2.5GHz, com 38.5MB de cache L3 e um TDP de 205W. E para quem deseja comprar este processador mais potente, lá vai o preço sugerido: US$ 12 mil.

Abaixo você confere as especificações de cada série:

Via: Wccf tech , Tweak Town