Samsung ainda não encontrou o motivo para as explosões do Galaxy Note...

Samsung ainda não encontrou o motivo para as explosões do Galaxy Note 7

Compartilhar

Na terça-feira a Samsung oficializou o fim da produção e venda do Galaxy Note 7, já que mesmo realizando o recall e entregando versões revisadas o aparelho continuou explodindo. O que foi dito no início é que as explosões estavam sendo causadas através de uma falha rara na produção do aparelho, que permitiu que o polo positivo se encontrasse com o negativo causando um superaquecimento e consequentemente a explosão.

Porém durante a etapa do primeiro recall a Samsung fez a entrega de um novo aparelho com a bateria revisada, que inclusive foi fabricada por outra companhia, mas mesmo assim os problemas continuaram, então a investigação em elação ao caso ainda vai longe. Alguns rumores inclusive dizem que na verdade o problema acontece devido a uma alteração no processador para que ele fosse adaptado para acelerar o tempo em que o telefone é carregado, já que ele é equipado com a tecnologia de Fast Charge

Opinião: Galaxy Note 7 e o problema moral que a Samsung se meteu

Mas até então nem a Samsung sabe realmente o que houve, e inclusive os engenheiros da companhia sual-coreana estão com problemas para reproduzir de forma espontânea as explosões registradas em mais de 100 casos mundo a fora. Park Chul-wan, que era ex-diretor do Korea Electronics Technology Institute, disse ter visto os documentos regulatórios em relação a bateria, e não encontrou nenhum problema. O mistério continua….