Avast: Brasil foi o 5º país mais afetado pelo ransomware WannaCry

Avast: Brasil foi o 5º país mais afetado pelo ransomware WannaCry

Compartilhar

De acordo com dados da Avast, o Brasil foi o 5º pais mais afetado pelo ransomware WannaCry, com 2.114 detecções. O malware que saiu se alastrando mundo afora na sexta-feira (12), já infectou mais de 116 países. Em primeiro lugar no ranking aparece a Rússia, com 113.692 detecções. Embora a Microsoft já tenha liberado o update que conserta a brecha no protocolo de compartilhamento de arquivos, o SMB, responsável pela ameaça se disseminar pela rede, a Avast diz que 15% dos seus 400 milhões de usuários, ainda não realizaram a atualização.

Em termos de percentual de dispositivos vulneráveis ao ataque, a Avast diz que o Brasil também está na quinta posição, com 17,56%. A Rússia, como era esperado, aparece na primeira posição, com 20,84%. O problema com o WannaCry foi tão impactante, que a Microsoft liberou um patch para o Windows XP, sistema que já foi descontinuado, mas que ainda é amplamente utilizado, principalmente no setor corporativo. A companhia culpou a NSA pelo ataque, já que os cibercriminosos tiveram conhecimento dessa falha crítica do Windows, através do vazamento de dados da agência.

Brad Smith, presidente da gigante de Redmond, comparou o vazamento dessas informações com armas no mundo físico, algo equivalente ao exército americano ter um míssil Tomahawk roubado.

Confira abaixo o ranking completo da Avast em relação as detecções do WannaCry como também o percentual de vulnerabilidade em relação aos dispositivos:

Países mais afetados pelo WannaCry em número de detecções

Rússia: 113.692 

Ucrânia: 26.658 

Taiwan: 22.736

Índia: 4.108

Brasil: 2.114

Argentina: 742

Estados Unidos: 716

Japão: 648

República Checa: 560

Grã Bretanha: 440

 

Países com o maior número de dispositivos vulneráveis:

Rússia: 20,84%

Indonésia: 20,49%

Índia:18,53%

Argentina: 18,42%

Brasil: 17,56%

México: 14,71%

Eslováquia: 12,97%

Polônia: 12,77%

Espanha:12,60%

República Tcheca: 9,81% 

Fonte: Hardware.com.br