Asus apresenta placa-mãe B250 com 19 slots PCI para mineração de Ethereum

Asus apresenta placa-mãe B250 com 19 slots PCI para mineração de Ethereum

Compartilhar

Asus lançou uma placa-mãe com chipset B250 criada especialmente para a mineração de criptomoedas, com foco especial em Ethereum. Para isso, ela inclui 19 conectores PCIe para ligar uma grande quantidade de placas de vídeo. Desses, 18 são PCIe Gen 3.0 x1, enquanto o último é PCIe Gen 3.0 x16.




O socket do processador é o Intel LGA 1151, que suporta as séries Intel de 6ª geração (Skylake) e de 7ª geração (Kaby Lake). Ainda há suporte para 32 GB de memória RAM DDR4 em dual-channel, assim como 4 portas SATA 6Gbps.

Um importante detalhe é que, no momento, os drivers tanto de Nvidiaquanto da AMD permitem usar apenas 8 GPUs de maneira simultânea. Segundo o site Hot Hardware, porém, a AMD já está preparando um driver com suporte para 19 placas de vídeo simultâneas.

Na placa-mãe — que se chama B250 Mining Expert — as entradas PCIe são divididas em 3 grupos diferentes. Cada grupo tem seu próprio conector de energia ATX12V de 24 pinos. Na imagem abaixo, você confere como a empresa sugere que se distribua as GPUs pela placa-mãe, misturando modelos de AMD e Nvidia.

A nova peça da Asus ainda tem uma interface especialmente feita para mostrar qual dos modelos conectados está funcionando e qual não está.

Os conectores inclusos na placa-mãe incluem portas USB 3.1, 3.0 e 2.0, assim como saída HDMI e para cabo de rede GbE LAN.

A B250 Mining Expert virá com uma BIOS customizada especialmente para máquinas de mineração, e portanto não traz nenhum benefício para gamers ou para o público em geral.

O preço e a disponibilidade ainda não foram revelados.

Fonte: Adrenaline