AMD anuncia Radeon Pro SSG, placa de vídeo para uso profissional com...

AMD anuncia Radeon Pro SSG, placa de vídeo para uso profissional com 1 TB de memória

Compartilhar

Pare tudo o que você está fazendo, e realmente preste atenção nesse anúncio da AMD, já que essa nova placa de vídeo é um grande (me desculpe o clichê) divisor de águas em relação ao uso de uma GPU em uso profissional, indo muito além de soluções baseadas por exemplo em 32 GB de memória da própria AMD como a linha FirePro.

Durante a conferência Siggraph 2016, a AMD anunciou a sua nova nomenclatura de placas profissionais, a Radeon Pro, que tomará o lugar das FirePro. Seguindo os próprios avanços da companhia, as novas placas são baseadas na arquitetura Polaris, processo de fabricação FinFET de 14nm, GCN (Core Graphic Unit) de 4º geração, e suporte para HDMI 2.0, e DisplayPort 1.4.

O destaque fica por conta da Radeon Pro SSG (Solid State Graphics), que diferentemente das placas atuais, para uso profissional ou não, trabalha um banco de memória de 1 TB de estado sólido (SSD) M.2 ligado a GPU através de um barramento PCIe dedicado. Com isso o uso profissional de placas de vídeo alcança um novo patamar em relação a como os dados serão aadministrados e armazenados, já que permite que as GPUs entrem na casa dos TB.  Esse anúncio marca o segundo caso recente de inovação em termos de memória por parte da AMD, já que além desse novo feito, a companhia também foi a primeira a lançar placas de vídeo com memória HBM.

“Uma das maiores limitações enfrentadas pelos chips gráficos é a incapacidade de acessar terabytes de dados”, afirma Raja Koduri, vice-presidente da Radeon Technologies Group. “Radeon Pro SSG é desenvolvida não apenas para acelerar esse processo de muitas aplicações com grandes bases de dados, mas também permitir novas experiências de aplicações que utilizam dados persistentes em memórias não-voláteis”.

Raja Koduri, comandando a apresentação da Radeon Pro SSG

A Radeon Pro SSG é voltada principalmente para trabalhar com vídeo, já que segundo a AMD ela consegue lidar com em 8K a 92 FPS, um salto enorme em relação a geração passada da FirePro, que segurava a onda em 8K a 17 FPS

Por enquanto essa placa ainda é uma espécie de versão beta, e a AMD irá apenas vender kits de desenvolvimento por US$ 9.999.  Além desse “monstro” a AMDanunciou outras placas que também fazem parte da nova série Raden Pro. São três modelos: Radeon Pro WX 4100, Radeon Pro WX 5100 e Radeon Pro WX 7100.

Radeon Pro WX 4100: voltada a workstations com baixo consumo e alta performance

4 GB de memória, interface de 128-bit, poder computacional de 2 TFLOPs, suporte para monitores 5K, 16 Compute Units (CUs)

Radeon Pro WX 5100: voltada ao desenvolvimento de designs em tempo-real, como CAD e CAM

8 GB de memória, interface  de 256-bit, poder computacional de 4 TFLOPs, suporte para monitores 5K e 28 Compute Units (CUs).

Radeon Pro WX 7100: voltada para projetos de engenharia e renderização de conteúdos de entretenimento, lidando tanto com edição de vídeo quanto softwares de renderização 3D.

8 GB de memória, interface de 256-bit, poder computacional de 5TFLOPs, suporte para quatro monitores 5K, 32 Compute Units (CUs).

Preço e data de disponibilidade:

As novas placas chegarão ao mercado somente em 2017. Nenhuma informação em relação ao preço final foi revelado.

Fonte(s): hardware.com.br / AMD